quarta-feira, 25 de abril de 2018

Os Perigos e Tesouros de Beel Harzun



Na fronteira do Sul,  existe uma masmorra que um dia fora o castelo de um rei já esquecido. Neste lugar, chamado Beel Harzun, muitos tesouros podem ser encontrados, mas também muitos perigos.

PERIGOS

1. Um dragão zumbi de duas cabeças 
2. Uma bola de carne feita de corpos em decomposição 
3. Dois goblins ligados pela cintura ao corpo de uma centopéia gigante
4. Uma sombra tentacular
5. Uma harpa que "toca" gritos
6. Moedas que derretem as mãos 
7. Devoradores de cérebros 
8. Serpentes de fogo 
9. Ratos inteligentes 
10. Bonecos assassinos
11. Poços cuspidores de fantasmas
12. Um demônio gigante 

TESOUROS

1. Um colar de desejos
2. Uma lâmpada mágica 
3. A lança solar
4. A gema do dragão 
5.  Os braceletes do titã 
6. A espada do arcanjo
7. A flauta de lican 
8. O baú dos alimentos
9. As lágrimas do Espírito das fadas 
10. O talismã de uhura 
11. A sagrada armadura estelar
12. A cidade do cristal 


Se você gosta do nosso conteúdo, nos siga nas redes
Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/falandoderpg
Assine nosso canal no Telegram: t.me/guildafalandoderpg
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/alvaroelisio


segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

AVENTURA PARA OLD DRAGON RPG






Olá leitor e leitora, feliz ano novo! Estamos começando o ano aqui no blog e espero que seja um ótimo ano com muitas postagens! Para começar, quero dizer que houve uma votação no nosso canal no Telegram (você encontra o link abaixo) e foi decidido que nesse mês de janeiro o blog terá postagens sobre aventuras prontas e acessórios para os seus jogos. Assim, iniciando essa leva de posts, trago uma aventura para Old Dragon. Abaixo, você encontra o link para baixá-la, bem como algumas informações sobre ela. 


Essa aventura tem como pano de fundo o meu cenário caseiro, chamado Erenor Sul. Aqui, os jogadores encarnarão personagens que, de uma maneira ou outra, desejam encontrar seu lugar ao sol. Para isso, eles terão de escoltar, enfrentando no caminho diversos perigos, uma caravana de estrangeiros ilustres do feudo de Vasta Planície até o feudo de Ponteforte, de onde partirão do Reino de Ernost para o seu lar, a República de Hadel...




quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

AVENTURA PARA ESPADAS & PUNHAIS: Cidadela Cinzenta



Olá leitor e leitora, tudo bem? Como foram as festividades de natal? Espero que tenham sido ótimas. Hoje, eu trago mais um material focado no RPG Espadas & Punhais, dessa vez uma aventura escrita pelo Nicholas do site Mundos Colidem. Ele a mestrou em um dos encontros que o site promove na cidade de Natal e tanto eu, quanto ele, esperamos que você goste do material. A aventura abaixo tem um leve clima natalino, além disso, ela foi escrita para que os jogadores sejam inseridos em um minicenário e o explorem até o limite. Enfim, sem mais delongas, aventura disponível no link.



Se você gosta do nosso conteúdo, nos siga nas redes
Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/falandoderpg
Assine nosso canal no Telegram: t.me/guildafalandoderpg
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/alvaroelisio

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Por Qual Razão o Espadas & Punhais não Tem Nível?

Boa parte dos jogos de RPG de Fantasia Medieval trabalham com níveis, mas o Espadas & Punhais não e eu gostaria de comentar por qual razão eu optei por isso. Os níveis são um recurso que  restringe ou possibilita a obtenção de habilidades conforme a classe do personagem. Em D&D e jogos semelhantes, subir de nível permite que você tenha acesso a habilidades pré-estabelecidas tais como aumento de bônus de ataque, magias e pontos de vida, bem como habilidade de classe. Essa é uma abordagem simples, prática e que requer pouco esforço do jogador, pois, de certa forma, o "pacote de evolução"  de um personagem já está fechado e não apenas esse, mas também o pacote inicial.



No Espadas & Punhais, preferi trabalhar com a nomenclatura de Evolução. No meu jogo, ninguém começa com um pacote fechado de habilidades, mas desde o começo pode personalizá-las. O mesmo ocorre com o decorrer do desenvolvimento do seu aventureiro, pois cada evolução adquirida concede um número de pontos que permitem a compra de habilidades para o personagem. Parece algo pequeno, entretanto, essa sutileza é um diferencial do Espadas & Punhais, pois, por meio dela, eu posso resolver que meu personagem Gatuno é um pirata ou que meu Mago é um alquimista que ataca bem com armas corpo a corpo de categoria leve.

Ao quebrar a mecânica de níveis e tornar possível já no início a personalização daquilo que chamei de Talentos, o Espadas & Punhais se tornou mais flexível do que uma parte dos jogos de fantasia atuais. Nele, se você e algum outro amigo resolvem construir personagens guerreiros, vocês poderão se diferenciarem um do outro não apenas em questão da raça, dos atributos ou da interpretação, mas também a partir das habilidades que cada um escolha  no começo do jogo.

Com o passar do tempo, isso fica ainda mais explícito, pois, os chamados Pontos de Evolução permitem melhorar uma ou mais características do personagem, assim, você pode desenvolver Vitalidade, um Atributo, Habilidades de Combate, comprar um novo Talento de Vocação ou adentrar em uma Especialização, tornando cada vez o seu personagem mais único. Eu sempre me incomodei com a pouca possibilidade de personalização e sempre achei interessante a possibilidade de compra de habilidades por pontos, o primeiro RPG (Senhor dos Anéis RPG) que comprei funcionava assim.

Acho esse método muito vantajoso, pois acredito que ajuda a criar verossimilhança, tornando as coisas mais plurais. Além disso, ele permite que um personagem se desenvolva de forma não-linear, aumentando suas limitações ao mesmo tempo que expande suas qualidades e pontos fortes, conforme aquilo que cada jogador acredita ser o melhor para o personagem que interpreta.

E você o que acha? Tem alguma preferência ou jeito particular de lidar com isso?

Se você gosta do nosso conteúdo, nos siga nas redes
Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/falandoderpg
Assine nosso canal no Telegram: t.me/guildafalandoderpg
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/alvaroelisio




quinta-feira, 16 de novembro de 2017

RPGs em Financiamento Coletivo

Estamos vivendo um tempo incrível no que toca ao RPG, vários jogos estão saindo e boa parte através dos financiamentos coletivos. Pensando nisso, resolvi fazer esse post com um apanhado de links de jogos que estão em financiamento, de modo a torna mais fácil para você apoiar um ou mais deles. 




Sombras Urbanas é um RPG de fantasia urbana em que você interpreta personagens que lutam para sobreviver em um ambiente urbano sombrio afogado em políticas sobrenaturais. O jogo foca na criação do drama e na violência pesada como visto em outras obras como True Blood, Angel, Buffy, Vampire Hunter D, Blade, Lost Boys, Vampire Diaries, Teen Wolf, Penny Dreadful e Constantine. Conheça e apoie no seguinte link: https://www.catarse.me/sombrasurbanas



Lankhmar é o cenário clássico de espada e feitiçaria de Fritz Leiber, um dos pilares do gênero. Em Lankhmar as coisas não são tão preto no branco, mas sim em diversos tons cinzas. Os heróis não são tão heroicos assim, os próprios personagens principais das histórias de Leiber, Farfhd e Rateiro Cinzento, são ladrões de moralidade dúbia, mas que (quase) sempre acabam fazendo as coisas certas.  Conheça e apoie no seguinte link: https://www.catarse.me/lankhmar?ref=ctrse_explore_pgsearch&project_id=65750&project_user_id=530177



Desmortos é um jogo de RPG sem dados sobre vampirismo, onde os Jogadores assumem os papéis de predadores ardilosos e mortais e o Mestre assume o papel de organizador do jogo, contador de histórias e mediador, descrevendo um mundo rico cheio de sexo, violência e terror. O jogo é focado em intrigas, conspirações e disputas de poder dentro do mundo obscuro dos vampiros. Conheça e apoie no seguinte link: https://www.catarse.me/desmortos?ref=ctrse_explore_pgsearch&project_id=64906&project_user_id=710965

Nébula é um jogo de ação onde os jogadores interpretam personagens criminosos em um futuro distante. O sistema solar já não existe mais e a estrela Tigris é o novo lar da humanidade. Uma grande organização militar conhecida como OMEGA governa a maioria dos mundos com punho de ferro. Os personagens dos jogadores são piratas espaciais tentando fazer negócios perigosos com mafiosos enquanto escapa do radar da OMEGA. Conheça e apoie no seguinte link: https://www.catarse.me/nebularpg?ref=ctrse_explore_pgsearch&project_id=62466&project_user_id=64162

Belregard é um RPG, um jogo onde os jogadores interpretam personagens e vivenciam histórias de horror em um cenário medieval cru e brutal, à imagem do que foi a idade média europeia após a queda do império romano. É um lugar escuro, envolto por uma era de trevas e ignorância, onde a única salvação da humanidade parece residir na fé, no Tribunal do Supremo Ofício, aos homens santos que interpretam as misteriosas parábolas do Criador, o Deus Pai. Conheça e apoie no seguinte link: https://www.catarse.me/belregard?ref=ctrse_explore_pgsearch&project_id=66187&project_user_id=242183

Se você gosta do nosso conteúdo, nos siga nas redes
Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/falandoderpg
Assine nosso canal no Telegram: t.me/guildafalandoderpg
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/alvaroelisio


terça-feira, 14 de novembro de 2017

House Rules para Fate Básico: Recursos

Eu estou lendo o Fate Básico e acabei de terminar o capítulo sobre as perícias. Nesta sessão, somos apresentados a algumas dezenas delas e uma me causou estranheza, a perícia Recursos.  O livro define recursos como "o nível geral de bens materiais do seu personagem no mundo do jogo, assim como a habilidade de utilizá-los de alguma forma", porém, essa ideia de ligar recursos com perícias me pareceu bem forçada e mesmo as alternativas trazidas, para mim, não funcionariam dentro do jogo.



É verdade que se a mecânica de criação de aspectos for considerada, é possível justificar uma perícia Recursos com mais facilidade. No entanto, ao menos para mim, a gerência de itens e elementos consumíveis não só fazem parte do jogo como também impactam positivamente a diversão. Pensando nisso, resolvi criar uma pequena regra que levarei para minhas futuras sessões de Fate.

REGRAS PARA RECURSOS ( HOUSE RULE)

O que seria? Recursos seria o nível geral de seus bens materiais possuídos na mão e imediatamente possíveis de uso. Portanto, representaria aquilo que o seu personagem carrega no momento.

Como determinar? Tal como se determina uma Perícia, todavia, ao contrário das outras, Recursos +4,  por exemplo, daria  4 caixa de recursos para um personagem. Que seriam testadas e consequentemente perdidas ou preservadas, enquanto os personagens fazem uso de seus recursos.

Como se testaria Recursos?  Em determinadas situações, tais como uma falha no ataque utilizando um arco ou no uso de algum tipo de equipamento consumível como tochas e combustível, rolaria-se um único dado e se o resultado for  "-" perderia-se uma caixa de recurso.


Eu ainda não testei essa regra, mas em breve quero fazer e espero que essa variação me sirva. Agora, eu gostaria de saber: você possui alguma regra variante para Fate ou qualquer outro jogo relativo ao gerenciamento de recursos?

Se você gosta do nosso conteúdo, nos siga nas redes
Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/falandoderpg
Assine nosso canal no Telegram: t.me/guildafalandoderpg
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/alvaroelisio



sábado, 11 de novembro de 2017

Especializações para Space Dragon




Esse post deveria ter saído na quinta, mas meu trabalho no doutorado me impediu. De toda forma, hoje é sábado, dia de post e como já diria o ditado: antes tarde do que nunca. Abaixo você poderá conferir um pequeno arquivo em pdf com algumas especializações para o Space Dragon. Parte dessas especializações já figurou por aqui, todavia, outras foram feitas exclusivamente para esse pdf. Bem, eu espero que você goste e não deixe de me dar aquele velho e bom feedback.




Se você gostou do conteúdo,siga o blog nas redes